Translate

quarta-feira, 18 de junho de 2014

O pequeno infinito das páginas em branco... vale a pena ver!!!



Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

6 comentários:

  1. Filme lindíssimo apesar de triste, adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente lindo e triste Carmen, beijos. Seu fã, Ismael.

      Excluir
  2. Já assisti o filme e li o livro! Inundei meu quarto e a sala do cinema kkkkk simplesmente perfeito!!! Amo John Green <3
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda, obrigado pelo comentário. "inundei o quarto" foi ótimo, rsrsrsrs. Verei o seu blog. Abraço, Ismael

      Excluir
  3. Estou a ler este livro, e a cada página que estou a passar encanto-me pela beleza, e pelo ao mesmo tempo o humor da vida, a história, que ao mesmo tempo torna-se um romance, um livro de ficção, que por fim esta a ganhar uma grande admiração do povo brasileiro, que buscam comprarem tanto o livro, quanto o Filme, que também esta a se tornar um grande sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Valter, boa leitura e muito obrigado pelo comentário. Um grande abraço, Ismael.

      Excluir